sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Como funciona a técnica da ACC

A malha Axiatonal é uma espécie de circuito sutil que alimenta e sustenta o indivíduo. Sabe-se que qualquer circuito elétrico só funciona bem quando há uma corrente elétrica que flui sem que haja obstruções, assim também ocorre em nossa malha axiatonal.
A energia que sustenta o “circuito” ou a malha axiatonal é o prana a energia que vem do Sol.
Através do perfeito funcionamento da malha axiatonal o indivíduo se torna conectado a grande malha cósmica desfrutando de um estado de unidade e profunda conexão com as dimensões superiores e com o criador, por esse motivo para a grande malha cósmica funcionar plenamente.
Para a malha cósmica funcionar perfeitamente, as malhas axiatonais de cada indivíduo precisam também estar em pleno funcionamento e para que isso aconteça os “disjuntores” precisam ser religados. Em analogia os “disjuntores” malha axiatonal podem ser comparados aos interruptores das lâmpadas.
Quando o interruptor está desligado a luz não está acesa, mas quando está ligado o ambiente se torna iluminado. Podemos dizer que quando os interruptores são ligados em nossa linha axiatonal a livre circulação da energia se torna possível, e assim a consciência do cristo se torna acessível a nós porque nos iluminamos, tal como quando acendemos a luz de um quarto que antes estava escuro e se torna claro.
Para que os disjuntores da malha axiatonal sejam ligados, é preciso que o DNA do indivíduo seja trabalhado, porque é o DNA que dá o comando de ligar e desligar de acordo com a programação nele contida.
Por esse motivo as doenças de ordem mental, emocional e física necessitam ser tratadas, através da liberação das causas e registros desses males que estão programadas no nosso DNA. Esse trabalho de cura e harmonização são necessários porque as doenças obstruem o fluxo natural da energia na malha axiatonal provocando o desligamento dos "disjuntores" que nos conectam com a malha cósmica, em outras palavras o trabalho da ACC (Ativação da Consciência Cristica) proporciona o trabalho no núcleo do DNA, liberando desse núcleo as informações criptografadas que exercem influência nos "disjuntores" da malha axiatonal que dificultam que esta funcione corretamente.
Para compreendermos melhor como isso acontece faremos a descrição do funcionamento do computador que utilizamos no nosso dia a dia.
Todos sabemos que para que um computador funcione ele necessita ter instalado um software que em definição se trata de um programa que gerencia e comanda o funcionamento do computador, nesse sentido o nosso DNA está para nós como o sistema Windows está para o computador ou o sistema android está para os celulares.
É o software que envia instruções para o hardware que é compreendido como a parte física do computador (teclado, tela, mouse etc) de modo que este funcione. Em comparação, o hardware seria para nós o nosso corpo físico, etérico, emocional e mental.
Seguindo essa exemplificação o nosso DNA (software) gerencia e envia informações para que o nosso corpo físico, etérico, mental e emocional (hardware) se manifestem e desempenhe suas funções corretamente.
O local onde todas as informações do computador são armazenadas se chama HD o “hard Disk”. É nesse componente do hardware que os programas, os arquivos e todas as informações contidas no computador são guardadas. Com essa afirmativa podemos dizer que o HD humano é formado pelo  conjunto de todas as células que o manifesta.
Sabemos que é no núcleo das células que toda a carga genética (DNA) de um indivíduo está impressa para que seja trasnsmitida a seus descendentes, portanto é no núcleo das células que cada uma das histórias e experiências de um ser estão gravadas.
Nesse sentido toda a bagagem de experiências vividas no ciclo de reencarnações ao longo das vidas experimentadas por um indivíduo, permanecem armazenadas no núcleo do DNA de suas células do mesmo modo que os documentos e informações armazenados no HD de um computador não se perdem quando desligamos e o religamos.
Quando o HD do computador começa a ficar cheio de arquivos em aberto, documentos obsoletos, arquivos corrompidos, arquivos copiados errado, apresentando programações de vírus que destroem e danificam o sistema de forma que o software não funcione mais corretamente o computador começa a desenvolver falhas, erros, e problemas dos mais diversos que prejudicam o desempenho perfeito da máquina tornando comprometido o pleno desempenho de suas funções.
Em comparação a esse exemplo podemos afirmar que ao longo das existências do indivíduo, as pastas e arquivos de todas as experiências tanto da vida presente quanto das vidas passadas do ser contidas no HD, no banco de dados de suas células começam a apresentar problemas de ordem emocional, mental, etérica e física devido aos traumas, situações mal resolvidas, relacionamentos inacabados, emoções e sentimentos negativos como medo, rancor, ódio, vingança, culpa, votos, acordos, compromisso de fidelidade e dívidas com seres e entidades que vão aprisionando o indivíduo aos carmas que vão sendo gerados e muitas vezes são recorrentes porque permanecem registrados no DNA comprometendo o livre fluxo da consciência Crística e manutenção dos corpos físico, etérico, emocional e mental gerando doenças e desequilíbrios que desconectam o ser do Criador mantendo-o aprisionado na ilusão da separação e das crenças limitantes que geram ainda mais deficiências, doenças, escassez, e ilusões.
Ainda utilizando-se do exemplo do computador, podemos perceber que quando o hardware que é a parte física e o software que é o gerenciador dos programas começam apresentar problemas devidos a falhas nos conteúdos inseridos no HD não se torna possível uma perfeita conexão de rede com o servidor maior através da internet, pois todo sistema fica comprometido, podendo ligar e desligar sozinho, apresentar lentidão ou falha na conexão com o google por exemplo.
O que ocorre com o computador também ocorre no homem, pois se o seu DNA mantém o carma negativo que se manifesta através das doenças e desarmonias físicas, etéricas, emocionais e mentais a livre circulação de energia pelas linhas axiatonais é comprometida e assim o indivíduo perde a conexão (internet) com a malha cósmica ( servidor) , mantendo-se aprisionado e atado em seu carma pois não consegue acessar sua própria consciência cristica que é mediadora entre o individuo e o criador.
Mantendo essa metáfora, os corpos físico e sutis, ( hardware) e o DNA ( software) são os veículos de manifestação da consciência crística nessa dimensão 3D através da nossa conexão das nossas linhas axiatonais ( rede – internet) , a malha cósmica que nos conecta ao criador(servidor) a partir do despertar da consciência de 5° dimensão.
Nesse contexto ilustrativo, a técnica da ACC funciona como uma espécie de “escaneamento”, ou em linguagem de informática como um otimizador e antivírus porque limpa registros desnecessários, arquivos corrompidos, programas e arquivos que não funcionam mais liberando-os para uma reorganização do sistema e melhor desempenho; funciona também como um suporte na manutenção e correção das falhas de software.
Em termos espirituais, a ACC faz uma varredura nos registros cármicos impressos nos corpos biológico e sutis somatizados e manifestados em doenças físicas ou psíquicas, liberando o ser de pessoas, condições e situações mal resolvidas, bem como dos compromisso, votos, acordos e pactos firmados ao longo das vidas que já não servem ao bem mais elevado do indivíduo que intenciona manifestar a consciência crística em ação aqui na Terra através da reconexão das suas linhas axiatonais com a malha cósmica.
Em síntese a aplicação da técnica da ACC proporciona uma reorganização de toda história de vida do ser através da intervenção dos Mestres da Ativação da Consciência Crística, de modo que toda estrutura biológica, psíquica e espiritual do indivíduo funcione perfeitamente para que haja uma inter-relação entre o criador e o indivíduo por meio da manifestação da consciência do Cristo.

Por Celestina Gonçalves e Luana Barros

Gratidão _/\_

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

O que é Malha axiatonal?


Segundo o livro as chaves de Enoch as linhas axiatonais são equivalentes aos meridianos de acupuntura. O conjunto de pontos de intersecção dessas linhas presentes em um ser são chamadas de malhas axiatonais é através da interconexão da malha axiatonal do ser individual com todas as outras linhas axiatonais do Universo que a malha cósmica é composta.
É por meio da malha axiatonal que o homem se conecta as dimensões superiores e ao Eu Superior, no entanto essa conexão foi perdida devido a antigo programa de separação do homem com o criador.
Com a queda, o homem construiu a ilusão de que é separado do criador e vida após vida tem vivenciado processos cármicos originados de suas escolhas e atos estabelecendo ao longo de sua jornada pactos, acordos de obediência, votos e relações com seres não cristificados, além de traumas que geraram medo, rancor, insegurança, baixa auto-estima, ansiedade, agressividade, culpa e crenças de limitação que se cristalizaram ao longo das encarnações mantendo-se registradas no núcleo do DNA, manifestando-se em desarmonias, desequilíbrio escassez de recursos, carências e doenças que impedem a conexão do homem com seu Eu Superior e Criador, produzindo debilidades e dificuldades na presente vida mantendo o ser cativo nessas experiências não resolvidas, não compreendidas e não transmutadas mantendo- o homem aprisionado na ilusão de que ele é desconectado da criação.
Somente com a intervenção “do ofício do cristo”, que as malhas axiatonais podem ser reestruturadas e reconectadas a malha cósmica, pois apenas com essa reconexão o homem pode lembrar-se de sua verdadeira natureza Divina como filho da luz do Criador encontrando o caminho para sua liberdade.
Ainda de acordo com as Chaves de Enoch as linhas de acupuntura conhecidas pelo homem para serem novamente reconectadas as energias do Criador e aos planos superiores devem ser unidas as “novas linhas axiatonais” que promoverão uma harmonização da manifestação física rumo ao novo “programa biológico da criação”.
É por meio da conexão dos meridianos de acupuntura com as novas linhas axiatonais de 5° dimensão que o homem poderá se conectar diretamente com seu Eu Superior, através de um fluxo de energia que promove uma fusão perfeita entre o pai e o filho que faz nascer no coração do homem a consciência do Cristo.
Com a reconexão das linhas axiatonais ao corpo biológico do homem a glândula pineal é ativada e assim é possível se ter acesso aos dons que nos tornam mais intuitivos e conscientes da multidimensionalidade ao qual somos inseridos.

Por Celestina Gonçalves e Luana Barros

Gratidão _/\_

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

O que é a ACC?



ACC significa “Ativação da consciência crística” e é o nome do processo terapêutico com a intervenção dos Mestres da Consciência Crística através de um terapeuta iniciado, que proporciona ao indivíduo o acesso a consciência do Cristo por meio da reconexão do ser a malha axiatonal em conjunto com a malha cósmica do criador.

 Por Celestina Gonçalves e Luana Barros

Gratidão _/\_

terça-feira, 30 de agosto de 2016

O que é consciência crística?


A Consciência Crística é a parte da consciência mais elevada dos seres, e no homem é a parte de si mesmo que o conecta ao pai maior. É por meio do acesso a consciência do Cristo que o homem se torna consciente da sua condição de filho amado, de filho da luz.
Experimentar a Consciência Crística nos proporciona vivenciar um estado de graça e de perfeita comunhão com o Criador onde nos tornamos expressões vivas da vontade do pai manifestada através do amor incondicional por meio de nossas atitudes perante a nós mesmos e ao mundo.
Quando acessamos a consciência do Cristo nos conectamos imediatamente a frequência do Bem amado Mestre Jesus que foi o grande percursor dessa frequência amorosa para nós.
A luz dourada é a frequência dessa consciência, pois dourada é a cor luz relacionada ao fluxo dessa energia que quando ativada passa a ser irradiada pelo cardíaco em comunhão com todos os chakras superiores e inferiores que passam a direcionar os pensamentos, sentimentos e ações do homem de acordo com o Plano original da criação.
É pela porta do coração que o céu encontra morada na consciência do filho tornando-o um Cristo em atividade em comunhão com toda a irmandade de luz, e toda essa beleza ocorre quando a consciência do Cristo se torna ativa dentro de nós.
Tornar-se Cristo em Atividade, implica lembrar-se de nossa verdadeira natureza celestial através da senda do coração onde o discípulo deve trilhar pelos 3 caminhos sagrados:
O caminho do Pai, onde o filho amado retorna e se alinha ao modelo original da Vontade Divina;
O caminho do filho, onde o filho identificado com o pai encontra maturidade para servi-lo com total humildade e abnegação e assim construir uma ponte entre a consciência Divina mediada pela consciência Crística que se expressa a partir do veículo do filho;
O caminho da Mãe Divina, onde o filho identificado com a Mãe Divina, através da manifestação dos dons do Espírito Santo sustenta nutre e é nutrido pelo amor que sustenta a vontade do Pai servindo a ele como “ventre” perfeito que gesta a criança de luz cósmica que possibilita a concretização de tudo o que a Mente Divina, pela vontade do Pai desejou que se manifestasse.
Ativar a consciência Crística através da senda do coração é escolher pela ascensão de todos os seres, e de todas as coisas as dimensões superiores de luz, e toda essa beleza ocorre quando a consciência do Cristo se torna ativa dentro de nós expressando o verdadeiro poder da vontade Divina através do amor que torna concreto o modelo perfeito da criação.

Por Celestina Gonçalves e Luana Barros

Gratidão_/\_

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

A Ativação da Consciência Crística

tem o propósito de trazer iluminação ao mundo em geral e capacitar a humanidade a construir uma Nova Consciência.
Não se trata de um estado alheio a realidade do mundo, da omissão para permanecer no conforto e na falsa harmonia nas pequenas e grande divergências do dia a dia. Mas do posicionamento verdadeiro. Do desejo amoroso de viver a Verdade, o Caminho e a Luz.
A ACC é uma semente da evolução espiritual da humanidade.
A evolução espiritual da “consciência humana”. Traz a evolução mental e física em sua vida pessoal e global e aproximará a humanidade de estados cada vez mais harmoniosos de bem-estar e o caminho da ascensão.
Desde a vinda de Jesus a terra, em que viveu entre nós, tem havido uma tendência a uma gradual evolução em direção ao amor fraternal que ele pregava.
Durante gerações profetas, lideres espirituais repetem a seus semelhantes a ideia de amarem o próximo como a si mesmo.
Tudo isso tem brotado nos corações e nas mentes daqueles que sinceramente levaram em consideração as primeiras palavras do Cristo, as quais impulsionaram as pessoas até o amor fraternal e a compaixão pelos seus semelhantes.
Deixe que o Amor que habita em você, assim como a Paz e o desejo profundo de voltar para casa seja uma realidade, sendo você o Cristo em Ação na Terra e olhando o próximo com os olhos de Deus.

Inspirada pela Carta de Cristo.

Celestina Marques Gonçalves
Ativadora da Consciência Crística

Gratidão _/\_

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Despertar Emocional


É o momento de se abrir e saber que você pode lidar com esta onda de energia emocional que está se manifestando, enquanto você continua com o despertar dos seus aspectos mais profundos. Muitas vezes, isto é difícil de lidar, especialmente aqueles que estiveram mantendo muita raiva ou tristeza. Algumas vezes, é um desafio, também, sentir o êxtase absoluto da alegria que decorre do seu crescimento, pois muitos de vocês passaram muito tempo tentando não sentir, sob qualquer condição. Sua alma deseja a paz emocional e assim continue a se sentir confortável com todos estes sentimentos.

Quando você permite que estas emoções se manifestem e processa através delas, perceberá que tem uma maior clareza e compreensão do  propósito em sua vida. Ainda que estas emoções estivessem confusas por algum tempo, você encontrará uma abordagem mais equilibrada que funcione para você. Se, realmente, for doloroso quando começar a liberar, isto é um sinal de que você está resistindo à abertura e é muito mais fácil deixar que os sentimentos fluam e repetir:

“Eu me abro ao meu fluxo de emoções e libero toda a energia reprimida que não mais me serve e nem ao meu crescimento.”

Então, permita que esta energia flua através de você e a libere. Sinta uma nova paz fluindo em você.
E assim é.

Você é muito amado e apoiado, sempre
Os Anjos
Gratidão_/\_

Sharon Taphorn
http://www. playingwiththeuniverse.com/
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

sábado, 13 de agosto de 2016

O Início do Despertar - Parte 5


As palavras não são capazes de ensinar os mistérios da vida. O verdadeiro sentido de nossa realidade só pode ser encontrado quando experimentamos a vida tal qual ela se nos apresenta - com todas as suas polaridades, com toda sua beleza e feiura. Quando aprendemos a observar nossas reações ás experiências, a enxergar o que nos faz felizes e o que nos causa tristeza, nosso poder intuitivo, nosso subconsciente criador, começa a nos dar suporte. Da fonte do conhecimento de nossa alma, somos então presenteados não só com a resposta do que motiva tais estados, mas também com os recursos para lidar sabiamente com eles. 
Não estamos sós. Existe um incrível e poderoso vórtice de energia em torno e dentro de nós, chamado Deus, Divino, Cristo, ou simplesmente Vida, que busca despertar e aumentar a essência do Amor dentro de nós, para nos mostrar quem realmente somos. Quando inspiramos essa energia com toda atenção, começamos a lembrar de nossa herança divina, de nossa verdadeira identidade. 
A nova era se refere, então, aqueles que elevam sua consciência a ponto de adquirir uma autopercepção consciente de que todas as manifestações de vida estão em unidade. 
Estamos todos conectados uns aos outros e com o todo da vida; cada ser e cada forma de vida, visível ou invisível, é parte de uma gigantesca obra de arte multicolorida. Nela encontramos os reinos mineral, vegetal, animal, dévico e o humano. Todos estão em unidade servindo uns aos outros. Todos são um aprendendo, criando, nutrindo e curando uns aos outros, seja dentro ou fora da forma física. Não existe morte; apenas mudança. 
Conforme vamos mudando e aprendendo a compartilhar, a doar e receber, tornamo-nos criativos e adquirimos a consciência de que todos precisam amar e ser amados. Cada um de nós, como seres humanos, e 
cada ser de todos os reinos está eternamente mudando para atingir a perfeição da unidade. 
Os Devas, que podem melhor ser descritos como vórtices de extraordinário poder, são os organizadores da forma. As belas árvores, flores e ervas de nosso planeta são produzidas pelo trabalho conjunto dos Devas e dos espíritos da natureza. Ambos estão presentes no mundo invisível e são devotados a Força Deus, ao Criador Universal, servindo a natureza com toda a variedade existente por todo o planeta. O reino animal está consciente da presença dos espíritos da natureza e ambos se comunicam e se respeitam. 
Os devas e os espíritos da natureza, ou seres elementais, trabalham juntos para materializar a forma no plano físico. 
Aqueles que começam a trabalhar suas habilidades clarividentes não terão dificuldade em observar essas pequenas criaturas. Muitas estão tristes com a falta de reverência que nós humanos temos pela natureza e se afastam dos lugares onde nos reunimos. Mas, quando qualquer pessoa começa a amar as plantas e expressa sua apreciação pelo belo trabalho por elas realizado, eles então nos seguem até nosso próprio jardim e realizam nele um trabalho de beleza ainda maior. 
Também temos o mundo mineral com a sua enorme variedade de cristais e cores. Eles servem ao reino humano á semelhança do que fazem as plantas, promovendo o equilibrio e a cura para a humanidade. São como bênçãos que se derramam sobre os sofridos corpos físico, mental, emocional e espiritual de todos nós. 
Abrirmo-nos para esses mundos e começar um programa de comunicação seria de grande beneficio para todos nós. Todos já sentimos o prazer de andar descalços na grama; vamos então deixar que a Terra saiba que a amamos. Ela não escuta de modo freqüente essa mensagem. Além disso, providenciem um cristal, qualquer quartzo serve, e sintam nele a presença da vida. 
Quando a natureza sente que a valorizamos, ela amplia esse amor que lhe dedicamos, fazendo-o retornar a nós. A consciência de que todos somos um se eleva em toda forma de vida que se sente respeitada; todos os reinos começam a se integrar quando nos comunicamos com eles através do coração. Em essência, nós sempre fomos parte uns dos outros. 

Fonte: anotações palestra Robert Happé

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

O Início do Despertar - Parte 4


As energias-luz presentes nesta era aquariana estão nos ajudando a confrontar, quase que instantaneamente, as situações e energias com que temos receio de lidar.
Quando, no entanto, percebemos que cada experiência ou situação que vem em nosso caminho carrega em si nossa oportunidade de libertação, praticamos conscientemente, com muito mais determinação, a ciência de integrar. Nós estamos em uma jornada e já exploramos muitos mundos. Agora, a jornada é de volta para casa, para a autoconsciência, e isso é feito por meio da integração de tudo aquilo que vem em nosso caminho.
Integração significa equilibrar as polaridades da experiência, encarar a situação e se permitir ser guiado pela intuição. Então, ao invés de fugir ou negar algo que esteja acontecendo, simplesmente observe e se pergunte: "como posso lidar com essa situação?" e coloque-se disponível para ouvir os ensinamentos que vêm de dentro de você. Desligue-se do processo analítico por um momento e sinta cada aspecto da situação - a partir da intuição, você receberá informações sobre como agir. Nossa intuição tem acesso á nossa verdade interior, que é nossa luz, e a nosso banco de dados.
Quando praticamos diariamente ficar em quietude, estamos aprendendo a viver no momento presente, livres do passado ou do futuro. Conforme vamos nos familiarizando com esta quietude interior, começamos a despertar porque estamos praticando a autopercepção consciente. É unicamente no momento presente que podemos descobrir quão livres estamos da negatividade e qual é nosso grau de equilíbrio. Para isso, precisamos observar aquilo a que resistimos, pois a negação apenas prolonga a dor. Não devemos proteger nossos medos, mas soltá-los, e dessa maneira criar a paz; só assim poderemos compartilhar o amor novamente.
É no conforto que nosso eu interior pode nos oferecer, que encontramos recursos para equilibrar as polaridades. A ação de estar em quietude, observar o que acontece e decidir integrar as energias é o próprio ato da autopercepção consciente, que também é meditação.
Todos temos que lidar com o que gostamos e com o que não gostamos. Essas polaridades estão diretamente relacionadas com nosso aprendizado. Podemos descobri-las nas nossas primeiras programações da
infância. No geral, pensamos e agimos baseados nessas primeiras programações, sem nos perguntar o quanto elas refletem nossa identidade atual, sem nos perguntarmos de quem são os valores com os quais conduzimos nossa vida hoje. Temos, portanto, que examinar e entender nossas experiências para poder vir a atrair algo que seja realmente novo.
Se não podemos esclarecer nossas polaridades, ficamos presos numa armadura e nos forçamos a experienciar aquilo que não queremos. A solução está sempre no presente, no ato de aceitar a vida como ela vem e na prática do equilíbrio.
Nossa tarefa é a de nos tornar livres e expressar amor e amizade nas nossas experiências cotidianas com todos. Viver com amor é muito mais satisfatório do que viver com dúvida, medo ou conflito.
Seria conveniente lembrar da Lei Universal do Amor que nos pede para colocar o interesse e o bem-estar dos outros acima dos nossos. De mãos dadas com essa Lei, temos a Lei Universal do Perdão, que pede que perdoemos os outros pelos seus erros assim como perdoamos a nós mesmos. Viver em consonância com essas Leis requer, primeiramente, a capacidade de amar todos os aspectos de nosso ser. Requer, também, a acolhida incondicional de tudo o que nos caracteriza, sem rejeição de nada. Só assim nos tornamos capazes de amar e perdoar os demais. Só assim nos tornamos capazes de aceitar e acolher os outros, dando reconhecimento a totalidade de cada um e de todos.
A prática dessas Leis inicia nosso processo de libertação, quer seja em casa, no trabalho ou em qualquer lugar. Não é fácil, mas é possível. Carregamos dentro de nosso peito uma chama de potencial criador chamada amor. Quando lhe damos atenção e ouvimos suas sugestões, tudo se renova; libertamo-nos uns aos outros e a nós mesmos. Em outras palavras, é a comunicação que nos liberta - comunicação da mente racional-ego buscando conselhos e sugestões com as energias intuitivas da alma.
Aprender a confiar é, pois, a chave. Á medida que aprendemos a confiar nas orientações de nosso eu interior, também podemos confiar naqueles com os quais interagimos. Tornar-se consciente da verdade é um processo por meio do qual nossa visão começa a abarcar mais e mais; através dele, também, percebemos que somos iguais a todas as outras pessoas de nossa vida e, assim, aos poucos, o quadro completo acaba por se revelar.

Fonte: anotações palestra Robert Happé

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

O Início do Despertar - Parte 3


Milhões de pessoas no nosso globo estão se tornando conscientes de que estamos vivendo uma crise espiritual e ecológica. Uma reflete a outra. Como não fomos ensinados sobre o amor, não temos acesso ao amor que habita nosso eu interior; passamos então a desonrar a terra, os oceanos, os rios e os lagos, contaminando a atmosfera com gases venenosos, demonstrando pouco, ou nenhum amor pelas coisas vivas. Nossa falta de equilíbrio e de acesso ao divino está refletida em toda parte; os danos que causamos à Terra se constituem num dos espelhos mais expressivos desse fato.
Esse é um mundo de polaridades, e elas precisam ser equilibradas. Equilibrar consiste em nos mantermos nem muito á direita, nem muito á esquerda,  mas bem no centro conscientes do positivo e do negativo.
Quando o positivo não tem entendimento do negativo, fica-se fora de equilíbrio. As experiências deveriam ser nossos mestres; deveríamos extrair-lhes os ensinamentos e seguir com graciosidade para novas experiências. Em função da baixa qualidade da educação, da ignorância e de meias verdades, as forças negativas se proliferam incutindo medo nas pessoas.
O que há de mais negativo, entretanto, é a negação ainda presente da força de Deus que se move dentro de nós! Se colocássemos nossa atenção nessa força, o poder e o amor retornariam as nossas vidas, poderíamos curar todos os desequilíbrios.
O medo nos leva a perder o senso de equilíbrio, bem como nos rouba a capacidade de ver o bem e o mau com a relatividade que lhes é inerente. Não existe bom e mau, mas sim polaridades que precisamos equilibrar por meio de nossas experiências, para ganharmos compreensão.
O caminho para adquirir maestria sobre as energias é permanecermos bem no meio das alegrias e dores da vida no meio do amor e da raiva, da tristeza e do medo; desse modo, tornamo-nos mestres no manejo dessas energias polarizadas.
Tornar-se mestre é a razão que trouxe todos e cada um de nós para este planeta e, também por isso, sofremos as tentações da vida. Necessitamos das tentações como meio de avaliarmos nossas escolhas e o nível de nossa consciência.
O Universo e o mundo não existem por acaso ou pelo que as pessoas chamam de evolução natural, mas existem por força da intenção e do logo criador de todos os seres vivos do Universo. Juntos, nós compomos Deus; cada um de nós tem habilidades, energia, desejos e amor. A questão é o que estamos fazendo com essas qualidades. Estamos compartilhando essa energia e ajudando a construir um mundo melhor para todos, ou estamos usando nossas qualidades para controlar o mundo ao nosso redor?
A pior manifestação de ganância é o desejo de possuir outro ser humano. Muitos são controlados por outros. Todos precisamos nos libertar dessa programação, praticando a ciência do permitir, da delicadeza, do não ferir.
Quando nossos pensamentos estão focalizados na doação, tornamo-nos livres e a cura se inicia; ao doar estamos acionando a fonte de poder dentro de nós descobrindo nossa verdadeira natureza. Uma vez contatada essa fonte de poder possibilita-nos viver de acordo com as Leis Cósmicas e expressar nossa herança divina. Tornamo-nos assim exemplos vivos de amor criador.
Uma das Leis Cósmicas mais importantes é o conhecimento de que todo ser vivo possui a força e o poder de magnetizar para si tudo o que é necessário para seu desenvolvimento e crescimento. Essa é uma Lei que merece toda atenção, porque significa que qualquer situação ou pessoa que encontramos, fomos nós que atraímos, em função da necessidade dessa experiência para nosso próprio desenvolvimento.
Quando estamos cientes do modo como operam os eventos de nossa vida, podemos, igualmente, dar-nos conta de que julgamentos e reclamações não são apenas desnecessários, como também retardam nosso processo de nos tornarmos autoconscientes e responsáveis. Equilibrar a situação, aprender a partir dela e continuar avançando requer, portanto, que nos libertemos de velhos modos de ser e de se relacionar com tudo e com todos.
A vida torna-se mais aceitável, quando se sabe como ela funciona. Não há necessidade de julgamentos ou queixas, quando somos capazes de entender o que está acontecendo e por quê. Podemos, então, fazer escolhas que sejam satisfatórias para nós e para os outros. A lei vale, obviamente, para as situações agradáveis; elas também são magnetizadas, pertencem aquele que as atraiu. Sob esse enfoque ganhamos a compreensão de que os eventos da vida são consonantes com a consciência e a atitude de cada um.

Fonte: anotações palestra Robert Happé                          

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

O Início do Despertar - Parte 2


O nosso planeta foi criado para ensinar à alma o equilíbrio entre mundo espiritual e mundo físico. Somente através do esforço combinado de todas  as pessoas que vêem com clareza, que se deram conta que somos seres essencialmente espirituais, com consciência criadora, que conseguiremos elevar o nível de consciência presente podendo, assim, tornar a Terra um lar mais leve.
Temos uma mente criadora que conscientemente ou não cria a escuridão através dos pensamentos negativos que são projetados para todo o universo.
Somente juntos poderemos nos resgatar de nós mesmos. Consciência, portanto, é a palavra-chave para que possamos sobreviver! Quando um de nós se liberta, todos podem se libertar, porque somos igualmente membros dessa mesma humanidade. E quando nos livramos da negatividade, podemos facilmente expressar amor e paz.
Vivemos num plano tridimensional onde muitas almas, quando morrem, ficam presas na atmosfera e são forçadas a encarnar de novo e de novo, e passam sucessivas encarnações cometendo os mesmos erros. Isso ocorre porque elas não foram capazes de soltar a negatividade. O ódio, a "possessividade", o julgamento, o ressentimento e a ganância que essas almas carregam não lhes permitem atingir um estado menos denso; elas têm, então, que retornar para mais e mais lições. Tal situação está relacionada ao que chamamos de estar fora de equilíbrio ou, em outras palavras, sob o controle do ego.
Podemos ficar fora de equilíbrio, por exemplo, quando nos enchemos de ódio por termos problemas, ou por ter que lidar com eles. Quanto maior o ódio e o medo dentro de nós, mais energia nos é sugada pelas forcas negativas. Podemos, da mesma forma, ficar fora de equilíbrio quando, em função de medos e dúvidas, não escutamos a mensagem que vem de dentro de nós; esse também é um sinal de que estamos controlados pelo nosso próprio ego.
É necessária uma mudança substantiva na consciência humana para irmos além das energias de ganância, ódio e egoísmo, que estão na raiz de toda essa poluição energética. Precisamos, por estas razões, realizar um enorme esforço para curar e equilibrar essas energias; para tal, precisamos ser capazes de manter o senso de equilíbrio entre forças conflituosas e complementares. Não estar nem muito à direita, nem muito à esquerda, mas bem no centro, conscientes do positivo e do negativo.
Vamos realmente  tomar as experiências como nossos mestres, extraindo os ensinamentos e seguindo conscientemente para novas experiências. Vamos fazer a nossa parte para que as forças negativas não se proliferem através da baixa qualidade de educação, da ignorância e das meias verdades que são repetidas por ai, incutindo medo, pavor, culpa... nas pessoas.
Todos os desequilíbrios poderão ser curados quando não mais predominar as forças negativas criadas pela negação da Força de Deus que existe dentro de nós. Vamos conectar com essa força.
Quando começamos a fazer a conexão certa e entender como a vida funciona, que todo ser vivo possui a força e o poder de magnetizar para si tudo o que é necessário para seu desenvolvimento, percebemos que não há mais necessidade de julgamentos ou queixas, pois tudo que vem para nós, todas as experiências ou situações que vem em nosso caminho carrega em si nossa grande oportunidade de libertação. Nossa libertação acontece quando temos autoconsciência, quando integramos (quando equilibramos as polaridades da experiência) tudo o que vem em nosso caminho.

Fonte: anotações palestra Robert Happé       

terça-feira, 9 de agosto de 2016

O Início do Despertar - Parte 1


A verdadeira liberdade é estranha à maioria de nós. Estamos tão acostumados a viver numa vida de programações, que acabamos nos esquecendo quão mais confortável é pensar e agir de acordo com aquilo que realmente sentimos ou queremos; de acordo com a vontade de nossa alma. Em geral, uma parcela significativa de nossas energias são despendidas copiando professores, pais e superiores... ao longo de nossas vidas e pouco nos resta para que nos percebamos enquanto seres dotados da necessidade de pensar por conta própria.
Quando o homem não pensa livremente, livre das programações, seu desenvolvimento se interrompe. Não há mais crescimento, não há mais experiências espirituais; unicamente programação. Ele pensa e age  conforme suas crenças. 
As religiões, doutrinas e crenças, em sua maioria, estão tão impregnadas de dogmas, que deixam de cumprir o seu papel e nos impossibilitam o pleno entendimento da vida. Nos privamos das possibilidades de experienciar livremente as coisas que nos levam ao encontro com nós mesmos, com a nossa verdadeira identidade. 
Ficamos impregnados de crenças, medos, culpas..., e passamos a criar em nossa volta um mundo feio, que nos agride, nos ataca, nos pune..... 
Já vivemos muito tempo com as ilusões, as mentiras e os falsos deuses perpetuados pelas várias organizações religiosas e cultos neste mundo. O homem perdeu a ligação com o Divino. Se desconectou de Deus. E aqueles com posição e poder em nosso planeta tem tanta dificuldade em controlar seus próprios egos, ficam tão cegos e consumidos nisso, que não conseguem enxergar a presença do divino.
Cada um e todos podem refletir sua própria divindade. O problema é que poucos ouviram a mensagem sobre seres divinos ou sobre a existência do amor dentro de si. Agora precisamos simplesmente dar atenção a isso. O que todos, como humanidade, precisamos fazer é soltar a programação e iniciar a conexão com o divino inerente a cada um de nós. Contudo, só conseguiremos contatá-lo, quando fizermos uso de nossa capacidade intuitiva.
Precisamos ouvir a voz interior que há em nossos corações e para
que possamos ouvir essa voz, o som da paz que mora dentro de nós, é preciso que nos aquietemos verdadeiramente. Parar de ouvir a nossa mente matraqueira. (ficar em quietude - aceitando e acolhendo a nós mesmos através da auto percepção consciente).
Esse aquietar-se é um processo de mudança, um despertar, um processo de transformação que nos liberta da escuridão da negatividade. 

Fonte: anotações palestra Robert Happé                              

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

A fase da alma emotiva ou sensitiva - 21 a 28 anos


Na fase da vida, dos 21 aos 42 anos, é a grande fase do amadurecimento psicológico e anímico do ser humano. É a fase de luta, segundo a colocação dos chineses, ou a fase expansiva. O que significa esta luta? É a conquista de uma posição na vida, o encontro do local de trabalho adequado a descoberta do(a) parceiro(a) e a formação de uma família. É também o trabalho interno sobre tudo aquilo que recebemos mais ou menos passivamente nas fases anteriores. É como se recebêssemos uma mochila para carregar nas costas, que foi preenchida nos anos anteriores. Dentro dela estão presentes bons e não tão bons. Agora então começamos a andar, vida afora, usando os presentes da mochila, selecionando os, jogando fora alguns, lapidando outros. Agora o grande mestre dessa fase vai ser a vida, através da qual vamos amadurecendo psicologicamente. A pergunta básica desta fase: “Qual minha vivência deste mundo?”.

A fase dos 21 aos 28 anos é denominada de “emotiva” porque nossa vida anímica nessa época é cheia de altos e baixos; existe uma grande labilidade emocional, ora se está no céu, quando se recebe um elogio de um chefe ou da esposa ou esposo, ora “na fossa”, se algo desagradou.

A maioria das pessoas inicia a sua carreira nessa fase. Também de certa forma, a mãe de família “Inicia uma carreira”. Existe aí uma grande criatividade; muitos experimentam e mudam seu local de trabalho e até mesmo a profissão, até encontrarem o local adequado. A insegurança interna, por falta de experiência, é compensada por seguranças externas: por exemplo, status, automóvel, telefones na mesa, um bom salário, aparências.

É a época em que ainda temos o direito de gozar de todas as regalias da civilização moderna: viagens, experiências as mais variadas, e assim como muitas vezes há trocas de empregos frequentes nesta fase, há necessidade de troca de parceira ou parceiro, até que através dos outros gradativamente encontramos a nós mesmos, e estamos maduros para a escolha da parceira ou parceiro verdadeiro, capaz de trilhar conosco a vida. É uma fase paralela à de O a 7 anos, de experimentação, mas agora a nível de vida, a nível anímico (e não corporal como de O a 7 anos). Estamos “abertos” novamente e lá fora, na periferia do nosso ser, as nossas capacidades ainda são ilimitadas, tudo é possível. É uma fase de grande criatividade, de grande satisfação de viver e de testar tudo o que foi aprendido especialmente na fase anterior.

O desafio para o desenvolvimento nessa fase é desenvolver o equilíbrio entre os altos e baixos, adquirir uma gradativa segurança interna, principalmente graças à avaliação sistemática do nosso trabalho, independente do meio. Sermos abertos e não preconceituosos. Desenvolvermos empatia perante os fenômenos da vida.

Ao nível do relacionamento, cada qual tem que desenvolver o seu estilo de vida, adaptação mutua, respeito e amor à individualidade do outro, não querer moldá-lo à sua própria maneira. Isto exige uma constante adaptação e trabalho em si mesmo.

O perigo dessa fase é de se adaptar demais, tornando-se uma “vaca de presépio”, ou tomar atitudes apreensivas, críticas constantes. O perigo principal é perder-se totalmente no externo, nos prazeres da civilização, ou iludir-se com uma experimentação mais acentuada, como a droga. Uma interiorização necessária na fase seguinte será extremamente dificultada por esse processo.

Fonte: Dra. Gudrun Burkhard

sábado, 6 de agosto de 2016

É Preciso Acreditar que o Reiki Funciona?



Não é necessário acreditar no Reiki para que ele se propague ou faça efeito. Ele independe de nosso estado físico, mental ou emocional para agir. O Reiki não é uma doutrina ou religião, não está vinculado a nenhuma seita ou tradição e não se submete a nenhuma outra lei que não seja a da Energia Cósmica Universal, a Luz Pura e Divina.

Quando se é iniciado em Reiki, a pessoa desperta a sua essência, a sua ligação com o Cosmo. É um ato de união entre a essência divina do universo e a essência divina do seu ser. Ser reikiano é transcender os limites que os sentimentos e pensamentos mal resolvidos causam ao ser humano, é se colocar em plena harmonia com o todo.

Por: Simone Kobayashi

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Reiki para idosos


Na sociedade, os idosos estão cada vez mais isolados. Muitos vivem seus últimos anos sem um companheiro e sem o benefício da família por perto. Mesmo que tenham pessoas com quem conversar, o que quase todos eles não têm é o carinho e atenção. 
​Essa falta de contato físico contribui para o declínio do corpo, alma e também lhes dificulta recuperar-se das doenças.
Ser idoso hoje é sofrer de preconceito e solidão. Alguns lugares utilizam animais de estimação (cães, gatos, pássaros, etc.), esta terapia da troca de contato faz uma diferença enorme, para uma pessoa idosa; acariciar um animal ajuda muito.

O tratamento de Reiki aplicado a uma pessoa idosa não difere daquele dado a outro adulto. Entretanto, é possível que um idoso não consiga subir numa mesa de tratamento. Se esse for o caso, o tratamento pode ser feito sentado em uma cadeira; ou na cama, em sua própria residência.

Leia mais aqui: http://www.carloskhalilterapias.com/#%21reiki-para-idosos/cmau

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Chama Verde: A Verdade nos Relacionamentos


A Chama Verde é a chama da cura física e psíquica, e também traz a sintonia da verdade em sua vida.
Daqui:
Maria Silivia P. Orlovas

Descubra como o Reiki atua


Reiki é uma técnica que faz uso da energia cósmica e universal, captada diretamente pela pessoa que está sintonizada com ela, o reikiano. Essa captação se dá por uma sintonização mental onde a energia Reiki entra pelo chakra coronário (alto da cabeça), passa pelo chakra cardíaco (coração) e é distribuída pelas mãos. O reikiano pode e deve estar vibrando amor incondicional, pois assim a energia flui com maior rapidez e eficácia.

Na aplicação do Reiki, há uma recomposição da energia vibracional da pessoa que recebe o Reiki, também conhecida como aura. Como a vibração da energia Reiki é de frequência mais alta, as energias dissonantes presentes na pessoa que o está recebendo, tendem a buscar o equilíbrio. Ou seja, aumentam o padrão vibratório, limpando e reativando os centros de energia, meridianos e padrões energéticos, e principalmente, fazendo com que a energia flua em perfeita harmonia e equilíbrio.

As energias de frequências mais lentas, causadas pelas disfunções e desequilíbrios emocionais, mentais e físicos são revigoradas. Isso resulta na dissolução e eliminação de bloqueios como excesso de preocupação, tensões, conflitos diversos e baixa autoestima, promovendo o equilíbrio do ser em todos os níveis, de forma gradual e uniforme.

O Reiki penetra no corpo físico e nos corpos sutis de quem o recebe, energiza os chakras (centros de energia do corpo) e recarrega os nadis (condutos energéticos dos chakras). A energia Reiki flui na quantidade e na intensidade precisa para suprir a necessidade da pessoa que o recebe, bastando canalizar e emanar com a intenção do bem maior.

Por: Simone Kobayashi

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Reiki e as Camadas no Nosso Processo Evolutivo:


Quanto mais contato temos com a energia Reiki, e mais sintonizados estamos com o nosso interior, fica mais evidente que, em relação ao nosso processo evolutivo espiritual, estamos sempre no início. Somos seres muito complexos, e cheio de camadas, que podem ser removidas para mostrar nossos potenciais mais puros, se optarmos pelo nosso processo de crescimento espiritual.
Minha relação com o Reiki sempre foi muito forte. Desde o meu primeiro contato com a energia Reiki, fui tocada pela onda de amor e desde aquele momento pratico a minha auto aplicação diária de Reiki, não por obrigatoriedade, mas porque é um momento de reequilíbrio e que me proporciona paz e tranquilidade.
Quando uma nova pessoa busca o caminho da compreensão, da luz e da sua reconexão interior, seus objetivos iniciais costumam ser bem definidos: Quero resolver este problema, ou quero ganhar isso, ou ainda se isso não acontecer, não serei feliz. Ao continuar firme no processo, com o tempo aquelas questões iniciais tornam-se pequenas, e transformam-se em outros objetivos, e é possível vislumbrar outras questões a serem trabalhadas, mais gerais e mais profundas e que nos colocam no caminho da nossa realização maior, do nosso propósito de vida mais profundo.
O processo não costuma ser linear. São erros, acertos e descobertas. Alguns passos para trás fazem parte. É o momento de parar, analisar, e continuar em frente. Talvez por outro caminho. Talvez pelo mesmo, mas de forma diferente. E a cada camada removida, encontraremos outra embaixo, mais sutil e que contém novos aprendizados, novos desafios e novos obstáculos. Então o processo nunca acaba? Não, felizmente. Só temos que agradecer por isso. Afinal, cada nova camada é uma oportunidade de crescimento. É uma oportunidade de evolução. É a oportunidade de conhecermos mais e mais todo o nosso potencial.
Pode parecer uma tarefa árdua, mas é um caminho que vale a pena. E aos poucos, no seu ritmo, chegar ao ponto em que conseguirá ver nos obstáculos um vislumbre de oportunidade, pois seus limites foram ampliados, e sua vida tem um significado muito mais profundo. Todos temos luz interior. Todos somos seres magníficos. Estamos aqui para ser felizes. Estamos aqui para sermos amáveis, e viver em harmonia. Estamos aqui para ser realizados.
Eu, da mesma forma, estou aqui para aprender, e todo dia é uma oportunidade para isso. Permita-se ter uma vida mais leve. Perdoe-se. Aceite seus erros e aprenda com eles. Desejo para todos que este ano que se inicia, seja um ano de muitos aprendizados.
O Reiki não é o único caminho, mas é o que escolhi. Que você encontre o seu, rumo a uma vida plena.

Fonte: http://www.terapiareiki.com.br/artigos/reiki-e-as-camadas-em-nosso-processo-evolutivo/

terça-feira, 2 de agosto de 2016

O que se pode tratar com o REIKI?


Geralmente os tratamentos de Reiki motivam as pessoas e aumentam a sua capacidade para tomarem decisões que estão reprimidas. Se têm tendência a sofrer de ansiedade, nota-se que ficam menos receosas.

O Reiki aumenta a auto confiança e auto estima, faz diminuir a irritabilidade e a impaciência e dá energia para agir de forma tolerante para com os outros. O Reiki deixa que a raiva e o desgosto se libertem, depois de terem convivido conosco durante anos, por vezes desde a infância. Os efeitos iniciais de carácter emocional, espiritual ou físico, podem ser imediatos ou manifestar-se entre 24 e 36 horas após o tratamento.

REIKI para Crianças
Pode haver casos em que seja adequado fazer reiki em crianças, sempre numa aplicação rápida, já que a situação não é de emergência mas, simplesmente de que a criança necessita de menos tempo. As aplicações nas crianças tanto podem ser destinadas ao próprio relaxamento, descontração e concentração, que leva à uma melhoria no seu comportamento tanto na escola como em casa, entre outras coisas.

Para ajudar a adormecer
Para quem tem problemas em adormecer, uma aplicação de quinze minutos todas as noites, antes de se deitar, pode fazer a diferença entre uma noite de insônia e uma noite bem dormida, em sono só. Nos bebes, ajuda para que a criança durma sossegada e mais relaxada.

Emergência e Primeiros Socorros
O Reiki pode ser aplicado em todos os casos de emergência, esteja perante uma emergência médica, perante uma situação de prestação de primeiros socorros ou ainda perante crises emocionais súbitas.
Neste contexto, o Reiki constitui uma terapia valiosa, que não é alternativa para um tratamento médico, mas que o complementa.

REIKI para Doentes
A sensação de estar a ser tratado é uma das melhores que podemos proporcionar a alguém que esteja doente ou perto de deixar o mundo físico com paz em seu coração.
Nestes casos proporciona um alivio das dores e caso já não possua esperança de vida, ajuda a pessoa a aceitar a partida deste mundo.

REIKI para Animais
Pode- se canalizar diariamente para o seu animal de estimação, ajudando-o a manter a saúde geral e a felicidade. Independente do tamanho, todas as criaturas se sentem atraídos por mãos com poder curativo. Ferimentos específicos, podem ser rapidamente tratados e aliviados, se colocar as mãos diretamente sobre o local afetado.

Fonte: Internet

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Vantagens do Reiki


As vantagens que o método de Reiki apresenta são inúmeras:

- Pela simplicidade e facilidade de colocar em prática, a energia Reiki pode ser usada todos os dias, e em todos os lugares.

- Não exige ferramentas ou equipamentos especiais.

- Ao ser “iniciado”, a pessoa imediatamente pode aplicar a técnica com sucesso. O treino não é demorado, não requer meses de estudo, nem mesmo uma vasta compreensão intelectual.

- A energia Reiki não desgasta o praticante, já que utiliza a energia Cósmica do Universo.

- O método Reiki destaca-se como uma técnica capaz de beneficiar o próprio terapeuta.

- A energia Reiki, também pode ser enviada à distância e sempre com sucesso.

- A energia pode ser enviada para todo o Planeta, um País em crise ou em guerra, um grupo de pessoas, uma floresta em devastação. Pode ser enviada para um trauma do passado reduzindo o dano emocional e também ser programada para um evento futuro.

- Outra vantagem notável, é que o Reiki não esta ligado a nenhuma religião, crença ou sistema filosófico. O método não apresenta restrições nenhumas e é capaz de adaptar-se a qualquer cultura, raça, credo, seita ou idade basta a imposição das mãos.
- Dispensa a necessidade de um ambiente preparado em caso de emergência, mas a sua aplicação deve sempre ter velas (elementar do fogo), uma fonte (elementar da água), plantas (elementar da terra) para harmonizar o espaço.

- Também não é necessário que acreditemos nele para que se propague ou faça o seu efeito.

- A energia Reiki funciona ao passar pela parte afetada do nosso campo energético elevando o nosso Nível vibratório dentro e fora do nosso corpo físico, onde pensamentos e emoções estão alojados na forma de nódulos energéticos que impendem o fluxo normal de energia vital.

- A quantidade de energia Reiki não pode ser manipulada pelo terapeuta, ela é determinada por quem a recebe. Assim, não há forma de ocorrer um excesso (overdose) numa aplicação.

- Os tratamentos através do método Reiki libertam tensões, intensificam as habilidades do corpo como: criatividade e a intuição.

- A terapia melhora o nosso sistema imunológico, desintoxica, equilibra e amplia a nossa energia. Também ajuda a libertar emoções bloqueadas, promove a calma e o bem-estar.

- Por não ser polarizada, é compatível com qualquer outra forma de terapia, tratamento de saúde ou desenvolvimento espiritual.

sábado, 30 de julho de 2016

Reiki não fica obsoleto


Um profissional recém-formado da área médica que pare de ler e estudar não se manterá O método Reiki, não fica obsoleto, é a mesma desde o seu descobrimento. Além disso, um longo período sem utilizar a energia Reiki não levará à necessidade de nova ativação energética para o mesmo nível do Reiki.
A sintonização é um presente divino, fica profundamente enraizada no iniciado. Um dom que, uma vez recebido, não é perdido e nos acompanhará por toda a vida, trabalhando corpo, mente e espírito.
Os canais permanecerão sempre abertos pelo resto da existência do reikiano, mesmo que por um longo período não sejam acessados.

Eles podem tornar-se mais fortes com a prática ou enfraquecer por falta de uso, entretanto poderão ser reativados pela simples volta à prática do método. Quanto mais o reikiano usa a energia, mais aumenta sua capacidade de canalização, pois seus canais de condução de energia se abrem como consequência da prática.

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Reiki e a Ciência



Médicos, profissionais, terapeutas holísticos, autoridades de saúde e cientistas agora estão começando a estudar a possibilidade do stress ambiental, ansiedade e todos os aspectos destrutivos da vida como sendo a verdadeira causa da doença do século XX.
Os efeitos e benefícios do Reiki não são algo que pode ser visto ou tocado é simplesmente um fluxo de energia que a pessoa vai sentir e que o vai beneficiar para superar o stress, ansiedade, depressões, tristeza, nervosismo e solidão.
Muitos líderes de organizações médicas e institutos de todo o mundo implementaram Reiki como parte dos seus programas de medicina complementar.
Existem instituições de todo o mundo que estão usando Reiki dentro de suas organizações no tratamento e cura de algumas doenças, assim como ajudam a ativar mais rápido o efeito dos medicamentos e na cicatrização dos ferimentos.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

O Reiki


é uma técnica de tratamento com base no toque das mãos, tendo como ponto de partida a ideia de uma força vital vinda do Universo. Os praticantes de Reiki acreditam que é possível ter acesso a essa energia e usá-la para tratar a mente, o corpo e o espírito. O conceito de força vital têm sido reconhecido por muitas culturas desde há milhares de anos, usando-se conceitos idênticos em muitas outras terapias alternativas, tais como a acupunctura e o Shiatsu ou em práticas físicas e espirituais como o Tai Chi e o Yoga.

Na China, essa força vital é designada de Chi, no Hinduísmo tem o nome de Prana e no antigo Egipto era conhecido por Ka. As crenças e as práticas de Reiki emergiram no Japão, no séc.. XIX e foram levadas daí até ao Havai, para a Califórnia e para o mundo Ocidental em geral. A própria palavra Reiki forma-se a partir de Rei, que significa "Universal" e de Ki, que quer dizer "força vital".

O corpo de um homem ou de um animal irradia calor e energia, sendo essa energia a Energia de Vida ou Energia Vital. Esta energia têm tantas designações quantas as culturas existentes; por exemplo, os Russos chamam-lhe Energia Bioplasmática, os Hunas da Polinésia chamam-lhe Mana, os Índios Iroqueses Americanos chamam-lhe Orenda, na Índia chama-lhe Prana, nos Países Islâmicos designam-na por Baraka e por Chi na China.

No Japão, a esta Energia Vital dá-se o nome de Ki (o kanji inferior da imagem à esquerda) e é essa palavra que em conjunto com a palavra Rei (o kanji superior da imagem à esquerda), que designa a Energia Universal, forma o nome Reiki. Podemos assim, tentar definir duma forma mais simples, o Reiki como um método que permite a qualquer ser vivo despertar dentro de si e ligar-se à Energia Universal (Rei) para com ela harmonizar a sua própria Energia Vital (Ki) assim como a de qualquer outro ser vivo.

O Ki é um tipo de energia de vida que o corpo de qualquer ser vivo produz, proveniente de diversas fontes como o ar, a água, os alimentos e o sol, estando o seu estado de saúde dependente do maior ou menor grau de harmonia e fluidez dessa energia. Estados de desarmonia física, mental, espiritual e / ou emocional levam a que a passagem da Ki seja obstruída em determinados locais do nosso corpo, e então, os reflexos a nível físico dão-se sob a forma daquilo que normalmente designamos de doenças.

Quando a Ki deixa o organismo, a vida cessa. O equilíbrio da nossa energia Ki, é assim essencial para que o organismo tenha um funcionamento perfeito pois está constantemente a ser desequilibrado com angústias, depressões, pensamentos e atitudes negativas, alimentação incorreta, preocupações excessivas, falta de autoconfiança, de amor próprio, entre muitos outros fatores. A nossa energia Ki desgastada pode então ser harmonizada através da energia Rei, através da Energia Universal, promovendo o equilíbrio, o aperfeiçoamento e a melhoria da qualidade de vida em todos os níveis do nosso Ser.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Novo Paradigma



A maioria das pessoas não aceitam mais qualquer explicação sobre a vida e a morte. Cada um já esta despertando sua consciência de que existe uma inteligência que comanda tudo e que tudo tem um verdadeiro sentido de ser. Este estado ainda que bastante básico de consciência desperta é que tem impulsionado para frente, fazendo com que haja uma expansão e desejo constante de aprimoramento. Por isso o ser humano sente a necessidade de evoluir, crescer e ascensionar. Desejo constante de obter respostas coerentes para seus questionamentos. Nunca se viu tantas pessoas em estado de ansiedade, inquietação da alma que busca apressadamente a lucidez espiritual tão esquecida e enevoada pelas religiões.
Durante alguns anos estudei a doutrina espírita e isso me trouxe bastante entendimento. Nosso coração, nossa mente se modificam de forma definitiva quando nos abrimos para os ensinamentos espirituais. A base da doutrina e os conceitos nos trazem uma amplitude da nossa visão espiritual nos mostrando que não estamos só, que não existe a separatividade e nos esclarece sobre a unicidade e o esquema cósmico da vida.

A doutrina nos proporciona uma visão holística. Ela propõe que as coisas sejam consideradas em sua totalidade, um contraponto à visão cartesiana, que busca analisar tudo, dividir em partes para conhecer, considerando que a vida se manifesta de forma fragmentada.
Texto Celestina Gonçalves
Imagem Celestina Gonçalves

terça-feira, 26 de julho de 2016

Medos



Quanta dor tu precisas na tua vida para descobrir que necessitas fazer uma mudança? Quanto sofrimento tu precisas para evoluir, para mudar as crenças e viver de forma amorosa?
Os nossos estados emocionais estão relacionados aos nossos pensamentos.
Nossa mente, nossos pensamentos são cheios de medos.
Escreva tudo o que você tem medo. Pequenos e grandes medos. Todos.
Os medos nos enchem de dor e sofrimento.
Olhe para seus medos. Encare-os de frente e esforce-se para amá-los.
Gastamos muita energia todos os dias nos protegendo do mal/negativo que criamos com os medos, julgando o nosso próximo, apontando nosso dedo para o outro atribuindo-lhes a culpa pelos nossos fracassos.
Precisamos remover da nossa mente tudo o que nos limita. A nossa mente precisa ocupar-se com pensamentos criativo e não se deter em qualquer pensamento. As emoções requerem equilíbrio e fazemos isso quando criamos a paz.
Assim exercemos nosso Poder Divino. Nos tornamos conscientes.
Sugiro que você busque conhecimento e conheça-se. Você veio para esse planeta para ser muito feliz. Permita-se desfrutar dos recursos Divinos que Deus coloca em seu Caminho.
Faça da sua vida um estado de Felicidade.
 
Celestina Gonçalves
Terapeuta Espiritualista
Imagem Celestina Gonçalves

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Orar e Vigiar o que?


campo extrafísica ou energético, onde se localiza e movimenta o nosso corpo espiritual, ligando pelo perispírito a matéria, dá forma aos nossos pensamentos, sentimentos/emoções. Assim, o perispírito determina que as energias perniciosas ou não sejam agregadas às próprias células, conforme o posicionamento íntimo do espírito, não importando se tem ou não a manifestação somática.

Por esta razão, as substâncias mentais, nossos pensamentos, emoções/sentimentos, as palavras e nossos atos são muito mais do que manifestações de uma alma humana. São um produto extrafísico/eletromagnético. Muitas vezes a manifestações, a ação dos espíritos sobre os fluidos, mesmo inconsciente, podem causar efeitos desastrosos na vida de uma pessoa.

Nossa grande dificuldade de lidar com nosso lado sombra, nos aprisiona as formas de expressão inferiores, seja por sentimentos/emoções desorganizadas, desqualificadas, seja por pensamentos, palavras ou atos.

A falta de conhecimento, de uma consciência desperta, a ignorância da maioria sobre as Leis Universais, a falta de coragem de olhar para a nossa própria sombra, ocasionam o autoassédio, criam aprisionamento a entidades/energias desequilibradas que na forma de miasmas ficam grudadas no nosso corpo espiritual, manifestando-se na nossa forma humana/ material como enfermidades psíquicas e físicas bastante traumáticas e de difícil solução pela medicina da terra.

Podemos evitar o autoassédio, nos libertar das entidades perniciosas quando cuidamos dos nossos pensamentos, dos sentimentos que apresentamos em relação as coisas/situações e pessoas. Os padrões desequilibrados atraem para nosso corpo espiritual matéria astralina ou mental de igual frequência, causando desordens física que muitas vezes não são capitadas/diagnosticadas na medicina convencional.

Os ensinamentos do espiritismo que constitui uma ciência de magnetismo espiritual hoje de grande valor e importância nos processos das terapias integrativas e complementares para tratamento do nosso espírito enfermo, proporcionando a elevação vibracional ao ponto do indivíduo alcançar um padrão de frequência capaz de transformar o corpo espiritual e o soma.

Pensamentos, sentimentos, atitudes, ... elevados nos levam a uma influencia imediata do perispírito, transferindo a vibração para o sistema fisiológico, para o soma. As ondas eletromacnéticas sutis e de elevada vibração influenciam diretamente no metabolismo perispiritual, projetando raios de elevado teor, realizando mudanças internas importantes que se refletem nos estados emocionais e consequentemente física, ao que chamamos de saúde.

Reconhecemos os esforços que a medicina humana atual tem exercido para entender sobre a medicina da alma, e estamos muito felizes pelos por isso.

Na Espiritualidade como Caminho encontramos várias respostas. Os caminhos são muitos e verdadeiros, mas o que cada um de nós precisamos é saber exatamente onde queremos chegar, que objetivos queremos alcançar. Onde encontrar a verdade mais intima - Luz e Sombra. Um "olhar" sem medo, sem julgamento. Um "olhar" sincero sobre você mesma. Ore e vigie-se.


Texto e Imagem - Celestina Gonçalves
Terapeuta Espiritualista

Perdoar



a quem fez mal é visto com bons olhos, desde que a situação não se repita continuamente. Quando uma traição se repete, o que mais acontece é a recomendação de agir de forma negativa em relação aos traídos, "desforrando a honra".

A vingança é preconizada como retribuição aos atos de traição, falsidade ou maldade. Ao compensar o mal sofrido ela atua de forma a igualar as duas partes envolvidas, uma não ficando em desvantagem em relação a outra.

A noção de doença mandada por outras pessoas obedece a mesma lógica que orienta a vingança. Ambas, vingança e doença enviada, tem como pressuposto trazer de volta o equilíbrio das condições entre aqueles que  se relacionam, reparando uma condição de desigualdade, originada pelo rompimento dos preceitos de reciprocidade.
O envio de doença a outrem é, segundo os meus informantes, motivado pela inveja desencadeada em decorrência da percepção de uma qualidade que dá destaque a uma pessoa na comparação com outras com as quais convive. A inveja aqui não é pensada como desejo de possuir aquilo que o outro tem, mas como uma vontade de destruir o que distingue da maioria dos seus convizinhos. Da mesma forma a igualdade não é pensada no sentido de que uma pessoa possa se igualar a outra adquirindo aquilo que as diferencia, mas nos termos de trazer o invejado a mesma situação em que se encontra o invejoso.

A inveja pode ser ativada para trazer de volta a igualdade pessoas que, de alguma forma, se diferenciam das demais. O anseio de destruição do motor da desigualdade pode realizar-se pelo desarranjo de uma relação amorosa, desequilíbrio financeiro ou pelo envio de uma doença através de meios mágicos.
Fonte: Araujo, Melvina A. M -  Das Ervas medicinais à fitoterapia - Ed.Atelie Editorial
Imagem Celestina Gonçalves

terça-feira, 28 de junho de 2016

Ouvir no Grande Silêncio

**Capim Seda (Panicum melinis)
os anseios mais profundos de meu ser permitiu-me abrir as portas da Realidade.
Quando aportamos nos profundos e mansos recônditos da alma, conseguimos ouvir o som da delicada tecitura da Fé do que É.
Esta Fé surge sólida, inabalável e insólita, conduzindo-nos em caminhos antes não vistos e sentidos.
A Fé é a chave mestra para conseguirmos desfazer o muro das ilusões. Ela leva-nos aos conhecimentos, à Verdade. Induz-nos à conquista de novos patamares de consciência. A Fé ajuda-nos a percorrer o caminho Real e acompanha-nos neste percurso que vai muito além das fronteiras terrestres.
A Fé aponta-nos o novo, e pelos novos conhecimentos percebemos viver uma época de rápidas transformações e cura. Faz-nos ver a verdade de a matéria ser somente um veículo que utilizamos para o aprimoramento de nossa Alma.
A Fé traz a consciência de que somos acima de tudo, seres espirituais em evolução.
A profunda Fé neste momento de síntese dos conhecimentos transmitidos pela Grande Fraternidade Branca levou-me a descobrir as essências florais e seus Divinos Poderes, como também o uso do Fogo Violeta. Dois Sagrados instrumentos de purificação e transmutação da Alma e do corpo, em Luz.

Neide Margonari - sintetizadora dos Florais de Saint Germain. - As Essências Florais e a Hierarquia Divina

** Uma das essências do repertório dos Florais de Saint Germain
Capim Seda(Panicumm melinis)
No nível da alma vem desfazer o bloqueio do fluxo natural energético que está impedindo a realização dos reais propósitos da alma. É para quando a alma se desviou do seu caminho por interferência de outros, e não encontra mais a saída, está aprisionada em uma situação mental ou emocional claustrofóbica. Este bloqueio energético se cristaliza no corpo físico como bronquite alérgica. Na farmacopéia caseira é usado para combater a febre do feno e atua também como um profundo purificador das vias respiratórias inferiores.
Daqui: http://www.fsg.com.br/
Em Porto Alegre você encontra aqui: http://www.casadoterapeuta.com.br/florais/florais-saint-germain.html

sábado, 25 de junho de 2016

Momento inspiracional

Aula do dia 18.06.2016 - Curso de Formação em Terapia Holística - TH16
Professora: Celestina Gonçalves

Momento inspiracional

O fato de você estar vibrando na luz, não significa que tudo que passa pela sua vida, que tudo isso que você atrai, que você vai poder levar a sua luz, entre na luz, (aceite ou acesse a luz).
Você não pode nem permitir isso. Então, acaba que  acontecem interferências  porque estas coisas, estas situações, não estão na vibração que você está.
Mas como se você está na luz?
Me pergunto: Se eu estou na Luz porque que eu sofro interferências?
Você não sofre interferências porque esta na luz. Você sofre interferência porque você baixa a sua vibração.
Baixa a sua vibração quando você tem pena daquela pessoa, você tem piedade daquela situação...
A vibração de compaixão e de misericórdia  tem a vibrações da luz. Então você não baixa o seu padrão vibratório de alta frequência de luz.
Quando você tem piedade você baixa a frequência.  É um fragmento de vibração que baixa. Mas é este fragmento que entra na frequência daquilo que tem menos luz. Pra entrar na frequência da luz eu tenho que vibrar na frequência da luz.
Quem esta na luz e baixa um fragmento da frequência da luz, fica aberto para a frequência daquilo que tem pena, que tem piedade. Então isso não passa pelo nosso nível de consciência porque a energia e envolve uma energia sutil.
Mas quando nós baixamos a nossa frequência,  um fragmento de luz que baixou e você tem pena ou piedade, acontece que você na verdade, esta lidando com os seus sentimentos de culpa e que você tem que trabalhar. Você só baixou a sua frequência porque você sentiu culpa. Porque você não se acha no direito de vibrar na frequência de luz e o que esta a sua volta não. Dai você deseja que tudo se transforme em  luz, mas não pela misericórdia e pela compaixão,  mas pela piedade.
Como que eu posso vibrar assim e aquela pessoa não?
Como que eu posso estar gozando da mais perfeita saúde e aquela pessoa estar em dor e sofrimento?
Você não pensa. Isso não passa pela sua mente. Por quê?
Por que isto esta nos seus sentimentos, mas você não tem consciência disso. Por que isso esta numa frequência, embora isso esteja acontecendo numa frequência muito mais alta, é um fragmento só de luz seu. Entende?
A gente não elabora isso. Ó coitado, tu vê,... não. Sabe. Antes de você pensar isso, já aconteceu.
Quando você pensa sobre isso, já aconteceu. Você já se "ferrou". Entendeu? Você só pensa sobre isso, que é mais uma fração de luz abaixo da frequência, por que isso já aconteceu. Entende? Vamos falar um termo bem nosso aqui - você já se ferrou. Dai você começa a entender com a sua mente e não com a sua consciência, com a sua alma.
Então, todos estão passando pelas suas necessidades. Pela frequência que cada um está deve estar. Cada um esta na frequência que quer estar. Você não consegue colocar ninguém numa frequência de luz se a pessoa não esta pronta. Por que não é você que coloca. É a pessoa que alcança. É seu paciente que vai alcançar o nível de alta consciência. Nós temos um padrão de inconsciente, de consciente, vocês devem ter estudado isso com a Verônica. Inconsciente, consciente e tem a super consciência.
Como nós começamos a vibrar em alto padrão de luz, que é o que a gente esta aqui se esforçando para fazer, na verdade a gente esta exercitando isso. Nós vamos numa frequência de alto consciência. Saímos da terceira dimensão, passamos pela quarta dimensão e vamos para a quinta dimensão. Só que estamos assim: estamos na quinta dimensão e caímos para a terceira, estamos na quinta dimensão e de novo caímos para a terceira. A gente tem que ir para a quinta dimensão e se sustentar na quinta dimensão. Olhar para a terceira dimensão como uma realidade e ver como uma realidade necessária. Que não vão todos para a quinta dimensão.
Você esta indo por que esta fazendo uma força tarefa grande para ir, mas nem todos estão. Cada um no seu tempo. Se eu estou aqui na terceira dimensão e agora estamos na quinta dimensão falando sobre este assunto,
estamos vivendo uma realidade, conscientes que também existe a segunda dimensão, a primeira dimensão e pessoas que não tem consciência nenhuma, de nada. Assim como tem a primeira, segunda, terceira dimensões - o que além da primeira? -1, -2, -3?
As experiências tem nos mostrado que não podemos nos deixar aprisionar  entre a terceira e a quinta dimensão. A na quarta dimensão  que esta a fração onde eu me "ferro". Tá?
As vezes as pessoas apresentam um padrão de energia baixo - queixas.
Eu posso muito bem como acontece com várias pessoas - Ah eu tenho que cuidar de um enfermo, tenho que cuidar disso, tenho que cuidar daquilo - energias muito baixa. Gente isso acontece porque não esta sendo feito com compaixão e misericórdia. Porque se tiver compaixão e misericórdia você vai fazer isso com alegria no coração. Quando a gente tem compaixão e misericórdia a gente esta ajudando que aquela pessoa mais rapidamente saia daquele padrão, por que você leva a luz para a pessoa para ela desejar a luz. A luz não invade o universo da pessoa, mas ela vai em direção a luz. Ela começa a perceber que tem como viver melhor. Ela para de resmungar, para de lamentar.
Uma coisa que também nos coloca sempre em muita fragilidade na questão de manter o padrão vibracional são as lamentações. A maioria das pessoas passam se lamentando. Quando eu lamento eu estou vivendo de passado. Eu não lamento de uma coisa que vai acontecer, eu lamento de alguma coisa que já aconteceu. Se já foi não é mais. Porque só existe o presente. Não existe o passado. Só existe o presente. Não existe o futuro. Então eu não posso ficar lamentando de uma coisa que não existe mais. Eu estou deixando de viver o presente. Este é o momento. Este é momento, Este é o momento - nós fizemos a meditação de manhã e veio isto. Que a gente deve viver o  momento. O momento é estar 100% no agora. E daí a gente vai dando o salto quântico. Vamos subindo os degraus para a iluminação. Tá. Alguma pergunta?
Aluna:
Devemos fazer uma meditação inicial no consultório quando recebemos nosso paciente para elevar o padrão de vibração do nosso paciente. Eu acho que tirando ele do padrão mais baixo ajudamos ele a entender melhor as coisas.
Professora:
Sim, ele consegue ver com mais clareza. Só que assim. Nós também não podemos ficar refém da nossa mente meditativa. Vocês entendem  isso? Nós não podemos ficar reféns de nada. Não podemos depender de poder parar e meditar. Nós temos que estar em estado de serviço o tempo inteiro e isso é possível.
Aluna:
A cada meditação na verdade a gente só reforça.
Professora:
O nosso meditar na verdade tem que ser: Inspirar profundamente - expirar lentamente - e venha o próximo.
Aluna:
Eu fui meditar e eu não sei dizer o que aconteceu. Só sei dizer que senti um medo muito grande e eu forcei os olhos. Forcei a abrir porque a impressão que eu tinha é que alguém, alguma coisa estava me levando para um outro lugar que eu não conhecia. A impressão foi essa que eu tive - dai eu forcei a descer. Não sei se não estou preparada, Enfim. E eu caí assim - pá. Falando nisso - na meditação - me deu medo.
Professora:
No estado de meditação elevado, sua frequência se eleva e não provoca medo. você entra num estado de absoluta segurança e êxtase. Por quê na frequência de luz não tem isso de medo, não tem ameaça. Se você se sente com medo é porque você não foi. Você ficou presa na energia de quarta dimensão. Você estava a caminho e caiu em alguma malha, entende?
Precisamos estar sempre em estado meditativo, lavando louça, conversando, estando aqui,... porque nós somos um canal. Todos nós somos. Não é privilégio de ninguém. Quando você mantém este canal de conexão, você começa a conversar sobre qualquer assunto e você rapidamente entra na orientação divina. Isso vai acontecer com teu paciente, você interagindo com ele. Quando a gente tem humildade, a gente entende que esta a serviço e que você não é o curador, entende? Quem cura é o cristo interno do outro. Quando você esta assim, você esta com seu cristo interno sintonizado com o cristo interno do outro , sua alma com a alma do outro e dai acontecem os milagres. Este negócio de ficar horas meditando, não é bom. Você deve fazer várias meditações por dia e não passar de 3 minutos. É nisso que eu acredto. Eu sei que não é isso que você vai encontrar na internet ou em livros mas é nisso que eu acredito e é isso que eu pratico.
Por que você  fica tão preocupado em ficar em meditação e não pensar em nada e não fazer nada, não sentir nada que você acaba não meditando e a sua mente acaba ficando presa na quanta dimensão. Quando você alinha a sua coluna e você faz uma meditação profunda e você sabe que a luz entra pelo seu chakra coronário, passa pela sua pineal e ilumina todo seu ser - vai até o seu períneo e você expira - ela sobe e na expiração você expira luz.
Se você inspira luz e você cura o que esta escuro em você - você expira luz e todo ambiente recebe luz. Isso você fazendo várias vezes por dia -  não é a quantidade de tempo. É preferível você fazer 1, 2, 3 minutos e bem feito, várias vezes por dia - e você pode fazer em qualquer lugar. Inspira, a energia desce, sobe e expira (inspira, entra luz, desce, vai até o períneo, sobe e expira luz.  Você se mantém na Luz. Isso também é meditar.
Aluna:
Isso que é ter frequência com a professora. Eu tenho feito exatamente isso e tenho sentido isso. Em qualquer ambiente, na rua. Todo mundo com medo e eu firme na paçoca.
Professora:
Perfeito.
Só vai acontecer para a gente aquilo que tem que acontecer.  São situações que temos que perdoar, situações que temos que ter compaixão, são interferências necessárias. Ninguém passa por situações que não sejam necessárias. Entende? Para que a gente possa ir numa direção, achar as respostas. Se você não vive aquilo, você não precisa daquilo. Mas se você esta vivendo, você precisa achar as respostas pra aquilo. O que você esta aprendendo com aquilo, com aquela situação. Mas não é você  viver e lamentar sobre aquilo porque aquilo já é passado, mas "o que eu devo fazer daqui para a frente".